quarta-feira, 25 de junho de 2014

objectos de desejo

Dois livros que eu inconscientemente há muito esperava e mais uma vez se concretiza a velha máxima de que quando menos se espera, as coisas (boas) acontecem.



 Jane & Serge- a family album  
Serge Gainsbourg era longe de ser um homem bonito, mas foi inegavelmente uma espécie
de génio, que como todos os génios, planava no limiar da loucura e da proeza.
Com Jane Birkin, formou um dos casais com mais estilo ( com o seu devido grau de loucura, claro )
de sempre.


Sharon Tate: Recollection
há pessoas que podem ter existido e deixado de existir há muito tempo, que independentemente da distância temporal, mal tropecei o meu saber na sua existência, apaixonei-me de imediato por elas, sem meios termos (aliás, como tudo aquilo por que/quem me apaixono).
A Sharon Tate pertence a esse rol, cuja vida culminou tragicamente num dos crimes mais bárbaros que existiu, em prol de uma loucura absolutamente desmedida, insana, cruel.

E agora tenho estas duas pérolas a caminho das minhas mãos, ao vivo,a cores e a preto e branco.

Sem comentários:

Publicar um comentário