quarta-feira, 6 de março de 2013

De Profundis

Acho absolutamente extraordinário o facto de, para muitos individuos, o que se passa é o seguinte:
ou se dança a música que eles tocam,ou então,não há baile.


  porque a prepotência e a mania da superioridade é algo ignóbil

  porque a falta de humildade,nos mais pequenos gestos,é revelador de um valente decréscimo de   
 senso humanista

 porque não é só o nosso umbigo,que é cidadão do mundo

 porque a inveja é uma coisa feia

 porque ninguém é o detentor absoluto e supremo da razão

 porque todos nós erramos

 porque a ingratidão torna-se imperdoável




 
 porque ninguém é "mais" do que ninguém

 porque hoje sou eu e amanhã és tu





Sem comentários:

Publicar um comentário