sexta-feira, 4 de maio de 2012

Dos livros bonitos e da vida,que é única na sua essência



Adoro livros.Desde que me conheço. E sempre que pego num livro pela primeira vez,tenho um ritual praticamente inconsciente: cheiro-os.Não me perguntem porquê,mas é absolutamente instintivo e quando dou por mim,já estou a inebriar-me com o seu cheiro.
Tenho uma colecção de livros em casa da qual me orgulho,colecção essa que não cessa o seu crescimento,por vezes o mais problemático é,enfim,arranjar tempo para me sentar (ou deitar) e prazeirosamente divagar por entre as suas histórias e imagens.
Mas há livros que merecem especial destaque. É o caso deste último que comprei,da Victoria Alexander, "One- Living as one and loving it".
Para além de ser gráficamente,sem dúvida alguma,o livro mais bonito que eu já vi, trata-se de uma autêntica celebração à dádiva única que é a Vida.
Repleto de fotografias lindíssimas sobre pessoas,viagens,arquitectura,culturas,tal como diz a autora: "My photographs are from everywhere,all over,and mixed up to remind you and me,that we are all one.Wherever we're from.Wherever we may going". 

E por entre as suas extraordinariamente belas páginas,há envelopes com recados lá dentro,colagens,lembretes...
Este livro é daqueles objectos que,se numa emergência eu tivesse de sair de casa a correr e só pudesse levar meia dúzia de coisas,ele estaria sem sombra de dúvida dentro dessa meia dúzia.
Belo e único,tal como a singularidade e beleza daquilo que evoca,nestas tantas páginas de sonho...




Sem comentários:

Publicar um comentário