quinta-feira, 31 de maio de 2012

E o tempo passou




Desde que houve a certeza de que havia um pequeno Ser a gerar-se cá dentro,seguindo-se uma baixa por gravidez de risco,que por sua vez culmina num bebé lindo e passando pelos meses seguintes de licença + férias não gozadas...passaram-se 18 meses. Um ano e meio passou assim,como se de areia dentro de uma ampulheta se tratasse.
Quis ficar com a minha filha o máximo de tempo que pudesse,porque não há definitivamente dinheiro algum que compense a sua evolução,quase diária. E assim foi.
A Leonor faz amanhã, 9 meses. Nove meses de bochechas coradas, gargalhadas sonoras, cabelos dourados e olhos imensamente azuis.
E como foi bom testemunhá-lo quase ao segundo,ao longo destes 9 meses.
Agora,chegou o momento que sempre esteve tão longe,tão distante...mas que num instante se faz perto : o regresso ao trabalho e à normalidade (ou nem tanto,porque tem dias que o meu trabalho é tudo...menos normal).
Mas o mais importante,é que ela existe.    

6 comentários:

  1. Bom regresso, Claudia! e que tudo corra bem :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada,minha querida* :) beijo grande :)

      Eliminar
  2. E já têm nove meses!!! O tempo voa e quase não damos por ele, só pelo crescimento e evolução diária das nossas filhas... São lindas!!! São nossas, sempre!!!
    Eu vou continuar diariamente com a Carlota, infeliz por um lado (desemprego), mas muito feliz por outro:))))))) Como disseste, não há dinheiro algum que pague o acompanhamento diário das nossas filhas:)))))
    Muitos beijinhos para vocês e um bom regresso ao trabalho!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade,Carla! parece que ainda na semana passada andávamos com as nossas barrigonas (e que barriga que eu tinha,Meu Deus...!agora ao ver as fotos é que tenho a noção à séria! :)) obrigada e beijos bons para as meninas* :)

      Eliminar
  3. Olá Cláudia. E engraçado que tal como tu também estive com gravidez de risco e fiquei o máximo de tempo com o Tomás. Vê-los assim de perto crescer dia após dia faz e fará toda a diferença e não há dinheiro nenhum que pague isso. Acho que por mim teria ficado um pouco mais de tempo até que ele fosse mais independente. Agora é uma nova fase, custa um bocadinho, mas acabamos pro nos habituar. Bjs e bom regresso!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade Sandra,por mim também ficaria com ela,pelo menos até completar 1 ano de idade.Gozei a licença normal+a alargada (3 meses)porque lá está...são momentos preciosos* :)obrigada e beijocas boas para ti e para o teu pequenino*

      Eliminar